Planejamento Previdenciário: você vai se aposentar mais cedo?

Se você nunca fez um planejamento previdenciário provavelmente ainda não sabe se voc vai se aposentar mais cedo. Mesmo se aposentando rápido, você terá o melhor benefício? O INSS não responde a essa questão porque os seus funcionários não estão ali para isso.

planejamento previdenciário na prática
planejamento previdenciário na prática

No entanto, é comum que as pessoas tenham dúvidas sobre qual modalidade de aposentadoria é aplicável ao seu caso e, principalmente, quanto tempo a pessoa precisará trabalhar para ter acesso ao melhor benefício.

Com isso, o Planejamento Previdenciário é um grande aliado do segurado, pois, é a partir dele o contribuinte conhecerá o tempo de contribuição e qual modalidade de aposentadoria  ele poderá se aposentar.

Não é somente isso, o CNIS é um mapa que mostra os caminhos, mas também muitos erros que impede uma boa aposentadoria. Planejar a aposentadoria te mostrará esses erros para antevê-los.

Nesse artigo reunimos as principais questões sobre o assunto, no intuito de auxiliar você, contribuinte do INSS que tem duvidas no assunto.

Por isso, acompanhe e, em caso de dúvidas, nossa equipe conta um time de especialistas que poderão te ajudar!

Aproveite e leia o meu artigo sobre as regras de transição da reforma da previdência. Acredite, seu planejamento previdenciário vai precisar disso.

Sumário

  1.  O que é planejamento previdenciário?
  2. O que é preciso ter em um planejamento previdenciário?
  3. O planejamento previdenciário pode ser feito mesmo após eu estar aposentado?
  4. O planejamento previdenciário serve apenas para aposentadoria?
  5. Onde é possível realizar um planejamento previdenciário?
  6. Conclusão

O que é planejamento previdenciário?

O planejamento é uma espécie de preparação antecipada, que visa antever futuros problemas no caminho, quando o indivíduo está se preparando para atingir um objetivo.

Com a aposentadoria isso também funciona!

Exemplo: Mario conseguiu seu primeiro emprego em 1972. Trabalhou até 1980, quando ingressou no serviço militar. Concomitantemente, Mario começou a dar aulas à noite em cursos preparatórios em 1994. Se aposentou das forças armadas em 2010, mas continuou a dar aulas até 2012. Em 2014 procurou um advogado previdenciário para saber se poderia se aposentar também como professor, pois dava aulas desde 1994. Mario recebeu parecer com a projeção futura de quando se aposentaria como professor e o valor simulado.

Ao se planejar, o contribuinte reúne todo o tempo de contribuição, a modalidade de aposentadoria desejada e traça metas para atingir as condições necessárias para se aposentar.

Isso evita que ele tenha problemas futuros, como pensar que contribuiu pelo tempo correto e na verdade faltam alguns anos de contribuição ou complementação.

Assim, o planejamento previdenciário tem destinação para aqueles que desejam saber a média do valor de sua aposentadoria e, assim, evitar perder dinheiro.

Da mesma forma aos que desejam começar a realizar as contribuições faltantes para o acesso a aposentadoria e para aqueles que querem entender seus direitos enquanto contribuinte do INSS – principalmente após a Reforma da Previdência.

O que é preciso ter em um planejamento previdenciário?

Primeiramente, o planejamento previdenciário é um trabalho do advogado, que produz um parecer mediante análise profunda do histórico do contribuinte.

Isso quer dizer que devem ser levantados todos os valores já contribuídos, os anos de contribuição, os valores de salário, o cargo exercido pelo contribuinte, enfim, é necessário realizar um pente-fino dos anos em que o segurado foi contribuinte do INSS.

Um dos exemplos que demonstram a importância do planejamento sucessório é a aposentadoria especial.

Quando o trabalhador exerce labor em ambiente insalubre, a legislação brasileira prevê a redução do tempo de contribuição para a aposentadoria, o que pode ser extremamente vantajoso.

No entanto, para a concessão desta modalidade de aposentadoria, é preciso que o segurado apresente documentos que atestam a condição de insalubridade.

Um dos principais documentos é o PPP – Perfil Profissiográfico Previdenciário, um documento emitido pela empresa (quando requerido pelo empregado), e ignorado pela maioria dos trabalhadores em regime especial.

É comum que as empresas não emitam esse documento. E aí que o Planejamento Previdenciário se torna importante: ao se planejar previamente e enquanto está no mercado de trabalho, o contribuinte pode se preparar e solicitar a emissão do documento com antecedência, ganhando tempo quando reunir todas as condições para aposentadoria.

Outro ponto importante verificado no Planejamento Previdenciário é a situação dos recolhimentos.

Muitas vezes, o seu empregador realiza o pagamento ao INSS de maneira irregular. A partir do planejamento, é possível regularizar estas contribuições pendentes.

Por fim, após a verificação de todos estes pontos, o planejamento possibilitará que você verifique quais são os seus direitos de aposentadoria antes e depois da Reforma da Previdência e se, ainda, você se aplica a uma regra de transição ou possui algum direito adquirido.

O planejamento previdenciário pode ser feito mesmo após eu estar aposentado?

Sim, é possível que o planejamento previdenciário seja feito mesmo após o segurado tenha obtido o direito de aposentadoria!

Isso acontece porque, muitas vezes, o INSS concede a aposentadoria sem considerar alguns períodos de contribuição especial ou, ainda, calcula o valor de beneficio em montante inferior ao realmente devido.

A partir do planejamento previdenciário, o contribuinte poderá entender qual a modalidade de aposentadoria seria aplicável ao seu caso e se o valor de benefício está correto.

Verificada alguma irregularidade, é possível solicitar a revisão da aposentadoria junto ao INSS.

O planejamento previdenciário serve apenas para aposentadoria?

O planejamento previdenciário não é útil apenas para a aposentadoria.

Ele também ajuda o segurado do INSS saber se atende todos os requisitos para o recebimento do auxílio-doença e da pensão por morte.

Sabemos que discutir sobre doença e saúde de uma pessoa pode ser um pouco delicado. E quando a discussão é sobre uma situação futura, isso pode ser mais delicado ainda.

Porém, estas questões tem razão de serem levantadas, afinal, é nestes momentos de dificuldade que uma reserva se faz imprescindível.

Por exemplo, através do planejamento previdenciário o segurado consegue antever qual seria o valor de pensão por morte pago aos seus dependentes.

Como a Reforma da Previdência mudou drasticamente o cálculo deste benefício, tornando-o inferior ao pago anteriormente, o segurado poderá realizar investimentos privados, no intuito de complementar a renda dos seus dependentes quando do seu falecimento.

Onde é possível realizar um planejamento previdenciário?

Entendido a relevância do planejamento previdenciário, é hora de saber como é possível realiza-lo!

O profissional habilitado para realizar o planejamento é o advogado especialista em direito previdenciário.

É que ele que possui expertise em analisar os documentos do segurado, verificar quais as regras aplicáveis, realizar o cálculo do benefício e, principalmente, tirar todas as dúvidas do segurado.

Geralmente especialistas solicitam que o segurado encaminhe todos os documentos que comprovam a contribuição, a carteira de trabalho, holerites, etc., pedem o preenchimento de um formulário e, com tudo isso em mãos, agendam uma consulta para esclarecimento e para tirar dúvidas.

É claro que o modo de trabalho pode variar de profissional, mas, no geral, todos eles solicitam os documentos comprobatórios.

Além disso, caso você não saiba como encontrar algum documento, o advogado poderá te instruir para a obtenção deste papel.

Conclusão

Deu pra perceber a relevância do Planejamento Previdenciário, não é mesmo?

Vale ressaltar que o Planejamento Previdenciário é diferente do planejamento de aposentadoria privada.

Nesta última modalidade, um consultor financeiro ou até mesmo um corretor de seguros realiza um estudo para que você verifique qual a modalidade de previdência privada se encaixa para você.

Aqui nosso enfoque é no Planejamento Previdenciário para o contribuinte do INSS.

Nossa equipe conta com especialistas no assunto que poderão realizar um planejamento a partir das suas necessidades!

Deixe uma resposta